Família unida é a instituição do futuro.

0

“Hoje psicólogos, filósofos modernos, pessoas que estudam a alma humana dizem que o mais importante é a família. Antigamente as pessoas morriam pela pátria quando aconteciam revoluções e guerras, ou por uma ideologia. Hoje ninguém mais morre por estas questões. Hoje as pessoas morrem pela família e pelos amigos porque são os amigos que fazem nossa vida”, discursou Lucia Stall em uma de suas festas de confraternização há muitos anos. A fala serviu de conselho para os meninos, hoje pais de família, prestar atenção na educação de seus filhos.

Lucia segue essa premissa ao longo destes 21 anos de convivência com Leandro, Marcos, Alex, Elias, Valdinei,  Carla e Luanna. O grupo é uma grande família unida por um contrato de afeto e dedicação. Uma grande família que se reúne todos os finais de ano para confraternizar e agradecer o que de bom aconteceu durante o ano. Um comprou casa, outro arranjou um novo emprego, fulano está já na universidade, sicrano separou-se…..

E assim vão passando os dias – dia após dia – sempre com o empenho de  Lucia na busca de soluções quando surge um problema. Desta trajetória fizeram parte sua secretária Elair, suas filhas e marido e as amigas que acompanham o seu trabalho e a ajudam na compra dos presentes para o encontro do final de ano.

Em nenhum momento, nestes 21 anos, Lucia falhou com as cestas básicas mensais (oito atualmente) e material escolar. Esta determinação e o empenho afetuoso em ouvir as dúvidas e lamentações deles provaram a ela que valeu a pena e o resultado é gratificante: Basta olhar para a meninada da segunda geração que está crescendo com uma outra visão de mundo. Todos saudáveis e amados pelos seus pais!

O projeto para 2020 é divulgar cada vez mais O Contrato para mostrar que é possível transformar o mundo. Quanto custa uma cesta básica?  E o material escolar? Vamos fazer as contas e ver se não dá para oferecer uma pelo menos todo o final de mês. Vamos lá, pense nisso!

Por que não adotar nos moldes do O Contrato um menino ou menina ou alguém que precise de uma mão amiga, um pulso firme. Alguém que esteja disposto a ‘olhar para outro’  com compaixão e respeito!

Para quem deseja saber como é possível, Lucia Helena Fernandes Stall está disposta a ensinar.

 

Share.

About Author

Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma. Acredita nas palavras bem ditas ou 'benditas', ou seja, bem escritas, que educam, que seduzem pelos significados, pela emoção ao informar sobre a arte da vida que se manifesta nas relações afetivas, na criação artística, nos lugares, na natureza e na energia do Universo.

Leave A Reply

dezessete − dezesseis =